Sobre a Mamãe

Como tudo começou

(ou senta, que lá vem textão)

Um belo dia, dois tracinhos rosados apareceram e o mundo ganhou novas cores.

Quem não entendia nada do assunto (e não tinha o menor interesse em entender) começou a pesquisar como uma louca, entrar em todos os grupos do Facebook, seguir todos os sites e blogs e comprar todos os livros ligados ao tema.

Comecei a me interessar por diversos segmentos da maternidade, linhas de pensamento e autores conceituados, mas o radicalismo que imperava nos grupos de discussão sempre me incomodou.

Algum tempo depois, já carregando inúmeras críticas a cada opinião compartilhada com outras mães desconhecidas (e principalmente de primeira viagem), descobri que estava seguindo as páginas erradas! Como nunca fui uma pessoa “muito fácil de convencer” (quem me conhece vai entender as aspas rsrs), as críticas ao meu pensamento materno não me deixaram abater nem me fizeram desistir do que achava melhor para a minha filha. Resolvi então sair de todos os grupos e passei a seguir páginas mais leves e divertidas, onde as mães pareçam pessoas normais (Alô, Mamãe Musa e Paola do Maternidade Colorida, vocês são minha inspiração diária <3)

O nascimento do Blog

Apesar de jogar tudo pro alto e continuar minhas pesquisas solitárias sobre maternidade, sentia constantemente a falta de compartilhar minhas descobertas e tirar inúmeras dúvidas com amigas que estivessem passando por momentos semelhantes ou que seguissem as mesmas linhas de raciocínio com as quais me identifiquei no processo de maternagem.

Depois de muitas especulações e querendo até jogar o marido pra fazer uns vídeos sobre a “Paternidade Real” (quem sabe um dia eu consigo?), decidi dar a cara a tapa e encarar o desafio de ter meu próprio blog compartilhando as dúvidas do dia a dia, rotinas e todas as ideias das minhas infinitas pastinhas de inspiração. Afinal, uma pessoa que já faz um texto de apresentação desse tamanho só pode ter muita coisa a dizer, né?

Então é isso, espero que gostem e se divirtam fazendo parte desse universo materno. Beijos