Hiperêmese Gravídica

Entenda a condição que afeta a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, e causa enjoos frequentes na gravidez

645

E a família real está aumentando! Logo no início deste mês, o príncipe William, segundo na linha de sucessão à Coroa britânica, e a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, anunciaram que estão esperando o terceiro filho .

A notícia foi dada via Twitter, no perfil oficial do Palácio de Kensington, um pouco antes do planejado pela família real. Apesar da tradição de não anunciar a gravidez antes do terceiro mês, a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, já não estava mais conseguindo cumprir seus compromissos oficiais devido à Hiperêmese Gravídica, uma doença que a acompanha desde sua primeira gestação.

O que é?

A Hiperême Gravídica é uma acentuação no quadro comum à maioria das mulheres no início da gestação, que sofrem de enjoos e cansaços matinais. A estimativa é que cerca de 70% das gestantes sofram com enjoos logo nos primeiros meses, porém entre 1% e 3% desenvolvem esta condição um pouco mais séria em que a mãe tem dificuldade de se alimentar e até mesmo se manter hidratada.

Quais os sintomas?

Isso depende do grau da doença. Se for muito alta, a Hiperêmese Gravídica pode causar desnutrição, desidratação, acidez e demais problemas gástricos. O quadro ocorre principalmente nos três primeiros meses de gravidez e pode durar toda a gestação, porém, com sintomas mais leves. O diagnóstico é clínico, ou seja, o médico analisa a perda de peso, a quantidade de vômitos da mulher e a desidratação.

Por que isso acontece?

De acordo com a ginecologista Maria Elisa Noriler, geralmente, os sintomas ocorrem devido a uma reação a um corpo estranho em decorrência aos hormônios da placenta (o Beta HCG). Fatores emocionais também podem desencadear a condição e existem também alguns fatores de risco e algumas doenças, como hipertireoidismo e problemas na vesícula, que também podem desencadear a hiperêmese gravídica.

Qual é o tratamento?

O tratamento pode ser simples, com medicamentos leves e repouso ou necessitar de soro, internação e medicamentos de uso restrito.

Em que pode afetar o bebê?

Os riscos para o bebê podem variar dependendo do grau da doença, sendo o principal deles o nascimento prematuro e abaixo do peso. Caso a mãe chegue a ficar desnutrida ou desidratada, em casos mais graves da doença, ela pode levar ao aborto espontâneo, como aconteceu em 2008 com a cantora Ivete Sangalo, que também está grávida novamente e espera gêmeos! Por isso, em casos de enjoos frequentes que impossibilitem a gestante de levar a vida normalmente, é importante procurar logo um médico para que o diagnóstico seja feito o quanto antes e tratado.